Equipes são premiadas no Hackaton JF Inteligente

14 de Junho de 2018

Nos dias 08 e 10 de junho foi realizado o Sebrae Exchange/ Hackaton JF Inteligente, um evento apoiado pela Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe) que ofereceu capacitações para quem quer empreender nos segmentos de tecnologia, inovação e startup e que contou com uma maratona para estudantes e profissionais nos segmentos da tecnologia da informação, business e design, voltada a desenvolver propostas relacionadas ao conceito de cidades inteligentes.

Na fase do Hackaton, as 6 equipes formadas criaram protótipos de aplicativos para atender às demandas urgentes da cidade voltados para os seguintes eixos: educação; lazer, bem estar e turismo; habitação e infraestrutura; empreendedorismo; segurança e mobilidade urbana.

Durante as 24 horas em que os participantes estiveram presentes no Centro de Ciências da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) desenvolvendo seus projetos, eles tiveram a oportunidade de aprender um pouco mais sobre como apresentar um pitch e as etapas de criação de uma startup.

Rômulo Veiga, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) destacou no encerramento que “a implementação de tecnologia à serviço do desenvolvimento urbano principalmente pelo setor público vai muito além da qualificação da cidadania e é uma das soluções possíveis para o Brasil que a gente quer para os próximos 10, 20 anos.”

Ao final do evento, as três melhores equipes foram premiadas: em terceiro lugar ficou a “JF de Olho”, que criou um aplicativo de queixas de furto e roubo. Já em segundo lugar a “E-Vade” com um sistema de mesmo nome que identifica os alunos mais propensos à evasão escolar. Em primeiro lugar, a equipe “Asbtrata”, composta por Alisson Resende Rubim, Octávio Martins Moreira, André Borges Medeiros, Gevalmir Faciroli Carneiro e Gustavo da Silva Araújo, criou o APA, um programa que ajuda a fazer uma avaliação prévia de alvará online.

Para o ganhador do Hackthon JF Inteligente, Gustavo Araújo, a ideia de conhecer pessoas e de desenvolver e fazer algo que terá utilidade é edificante. A intenção é colocar o produto no mercado, pela possibilidade de melhorar as empresas e instituições em seus procedimentos, logo, a vida dos cidadãos.

Organizado pelo Sebrae Minas, o evento foi realizado em parceria com o Grupo de Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira e Vertentes (GDI Mata), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do estado de Minas Gerais (Sedectes), a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) e a Fadepe, com o apoio da Prefeitura Municipal de Juiz de Fora (PJF).

 

Fonte: GDI Mata com edição Fadepe






Outras Notícias

Empresa desenvolveu, com a UFJF e a Fadepe, um drone capaz de monitorar os reservatórios de hidrelétricas de maneira remota.

Pesquisa americana descobriu que a ação de um gene pode desativar a cópia extra que há no cromossomo 21.

Setembro Amarelo é o mês de campanha de prevenção ao suicídio e falar é a melhor solução.

Estudo de Harvard associa maior concentração do gás a menor valor nutricional de alimentos como arroz e trigo.