Programas de internacionalização das universidades

05 de Maio de 2017

   O presidente da Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Abílio Baeta Neves, disse que ainda neste ano será divulgado um edital focado em programas de internacionalização de universidades. O comunicado foi feito durante conferência proferida por Neves na manhã dessa quarta-feira, dia 3, na Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que está sendo realizada na Universidade Regional do Cariri (URCA), na cidade de Crato, Ceará.

   De acordo com o presidente da CAPES o cenário de internacionalização das universidades do País ainda é muito limitado e necessita de incentivo para crescer. Neves afirma que grande parte dos recursos da CAPES destinados a bolsas e projetos de pesquisa, em parceria com instituições estrangeiras, é concedida ao pesquisador, ou grupos de pesquisadores, não necessariamente à instituição.

   Ainda assim, ele comenta que 64% dos docentes e pesquisadores brasileiros, ativos em programas de pós-graduação stricto sensu em instituições no País, não têm nenhuma experiência no exterior. E um número ainda maior trabalha nas próprias instituições onde se formaram, provocando a endogenia acadêmica e a formação de “paróquias”.

   O objetivo do edital, que tem previsão de ser implantado a partir de 2018, é atender a até 40 programas que possibilitem uma ampliação do quadro de cooperação e inserção internacional das instituições de ensino superior e pesquisa no Brasil.

   A CAPES atua em três frentes principais dentro do sistema de pós-graduação brasileiro. Primeiro no custeio de cursos e bolsas. Depois, na avaliação da pós-graduação que começou a ser implantada há cerca de quatro décadas e, ainda que se tenham críticas quanto à atuação das comissões, é responsável pelo desenvolvimento de todo o sistema de pós-graduação. E, por último, no acesso à informação possibilitado pelo Portal dos Periódicos, que hoje atende a cerca de 400 instituições em todo o País. Já temos cerca de 34 mil títulos de periódicos de todo o mundo à disposição, e o Portal está em constante crescimento.

   Nos últimos 10 anos, a CAPES também passou a ser responsável pela formação de professores de ensino fundamental e médio, assunto que não foi tema dessa conferência.

Fonte: Jornal da Ciência






Outras Notícias

A Universidade Federal de Juiz de Fora se destacou pelo seu caráter inovador e tecnológico na segunda edição da FINIT.

De 24 a 26 de outubro, Juiz de Fora recebe o evento Fomenta, iniciativa do SEBRAE.

O evento tem como objetivo principal aproximar os pesquisadores de toda comunidade.

Você deseja ser um Pesquisador/a? Um cientista? Se sim, há muitos conceitos que você deverá compreender.